Peso da inflação sobre os alimentos registrou a maior queda da série histórica, com queda superior a 4,5% em outubro

Foto: reprodução Internet

Neste ano, o peso da inflação sobre os alimentos registrou a maior queda da série histórica, com recuo de
4,56% em outubro, segundo informações divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística
(IBGE).

De acordo com o GovernoFederal, os alimentos estão mais baratos por conta da supersafra de grãos. Dados
da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) indicam que a produção brasileira em 2016/17 chegou
a 232,63 milhões de toneladas de grãos. Com isso houve uma maior oferta de arroz e feijão, por exemplo. A ração dos animais também ficou mais barata, o que reduziu o preço de carnes.

Entre os itens que ficaram mais baratos se destacam alguns que são importantes na mesa das famílias
brasileiras. O feijão carioca, um dos mais consumidos no País, caiu 36,86% no ano. Com isso, o quilo que
custava R$ 8 no início do ano, passou a valer R$ 5,05.

Fonte/Créditos: InfoMoney