Segundo dirigente do setor, oferta para abastecimento doméstico e exportações será apertada

Foto: Reprodução Internet

O estoque privado de café da safra 2016 atingiu 9,86 milhões de sacas, volume 27,4% inferior ao contabilizado no levantamento do final da safra 2015, de 13,59 milhões de sacas, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

O diretor executivo da Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), Nathan Herszkowicz, disse, em nota da “Agência Brasil”, que os números são preocupantes. Segundo ele, o estoque somado à safra do ano deverá garantir um abastecimento apertado dos mercados interno e externo, o que poderá resultar no aumento de preço do produto. “Não significa falta de café, que é um fenômeno raro, mas pode significar um mercado onde a oferta seja curta”, avaliou.

De acordo com Herszkowicz, o mercado trabalha com uma demanda de 52 milhões de sacas anuais: 32 milhões para exportação e 21 milhões para o mercado interno. Em 2017, caso seja confirmada a expectativa de safra, a produção mais o estoque deverão somar cerca de 55,5 milhões de sacas para abastecer esses mercados. A queda se deu, segundo o dirigente, devido ao clima seco.

Fonte/Créditos: Universo Agro