Pesquisa da Oxford Economics aponta efeito “devastador” para agricultores britânicos

Foto: Reprodução Internet

Uma eventual proibição do glifosato causaria prejuízos na ordem de £ 1 bilhão anual aos agricultores britânicos. É o que aponta pesquisa da Oxford Economics, realizada em parceria com especialistas em agricultura do Andersons Center e da Associação de Proteção de Culturas (CPA, na sigla em inglês).

De acordo com o levantamento, a retirada do herbicida mais utilizado no mundo teria um impacto “potencialmente devastador” na economia da União Europeia. A redução na produção agrícola chegaria a £ 940 milhões, enquanto as perdas com arrecadação de impostos relacionados à cadeia agrícola e de insumos chegaria a £ 193 milhões.

O estudo aponta ainda que as restrições impostas a toda a Comunidade Europeia poderiam até resultar em um aumento generalizado dos preços dos alimentos. “As conclusões do nosso relatório são muito claras: uma proibição de glifosato afetará negativamente o PIB e a agricultura do Reino Unido, em um momento de verdadeira incerteza para os agricultores britânicos, afirma o diretor da Oxford Economics, Ian Mulheirn.

Fonte/Créditos: Portal AgroLink