Com bons volumes de chuva acumulados, safra deve superar a anterior

Foto: Reprodução Internet

A safra 2016/2017 definitivamente não será negativa para os produtores brasileiros de algodão. De acordo com dados do Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste (ETENE), com base em levantamentos da Conab, a produção deve crescer 12% neste ano. Um dos estados de maior destaque na região é a Bahia, com previsão de 295,6 mil toneladas.

Segundo Lidervan Morais, diretor executivo da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), o principal motivo da boa expectativa é o clima. “As condições climáticas acabaram favorecendo muito a nossa produção. Choveu nas horas e momentos certos, com volumes bem distribuídos”, explica.

O especialista conta que é visível a melhora na produtividade. “Em comparação com a anterior, está bem muito acima. Na última safra os agricultores foram prejudicados pela falta de chuva”, conta.

De acordo com o meteorologista da Climatempo, Alexandre Nascimento, nos próximos 15 dias o predomínio é de tempo seco e pouca chuva. As condições do tempo são favoráveis para os trabalhos no campo.

Fonte/Créditos: Portal DBO