Irmãos que viviam do fumo, há oito anos resolveram investir na plantação de pitaya orgânica

Foto: Reprodução

Os irmãos Volnei Feltrin e Valmirei Feltrin, que viviam do fumo, há oito anos resolveram investir na plantação de pitaya orgânica e há quatro anos pararam a plantação de fumo. Hoje eles e suas famílias vivem da fruta, que ocupa cinco hectares de suas terras, no Recanto da Pitaya, que fica localizado na comunidade de Linha Contessi, em Turvo. “Quando comecei não imaginei que a pitaya fosse fazer tanto sucesso, como está fazendo e a gente está bem feliz”, contou Volnei e segundo o agricultor, até a saúde melhorou, quando ele e seu irmão resolveram trocar o fumo pela pitaya, pois a plantação é orgânica e não vai veneno algum.

Segundo Volnei, as pitayas vermelha de polpa branca, roxa e pink são vendidas por cerca de R$ 8,00, e para esta safra, que vai até maio, ele espera colher em torno de 10 mil quilos da fruta. Os irmãos produzem quase 30 variedades de pitaya e desde dezembro estão colhendo a vermelha de polpa branca, roxa e pink. Conforme Volnei a pitaya é colhida durante todo ano, alternando a espécie, mas a maior quantidade é colhida de dezembro a maio, na fase da dormência de umas espécies de pitaya, outras estão em época de colheita.

A partir de maio começa a colheita da pitaya amarela colombiana e os irmãos esperam colher em torno de quatro mil quilos. A amarela colombiana é a mais cara e é vendida no Recanto das Pitayas por um valor em torno de R$ 20,00. Os irmãos plantam também atemoia, laranja champagne e pimentão vermelho e amarelo, mas Volnei garante que o sustento da família vem da Pitaya.

De 18 a 20 de maio, o Recanto da Pitaya vai promover a 1ª Festa Nacional da Pitaya Orgânica, com sorvete, geléia, iogurte, cerveja, cachaça, licor, vinho, suco e a própria fruta, todos os produtos produzidos por Volnei e Valmieri e suas famílias. A Festa da Pitaya vai ocorrer junto com a 10ª Festália e a 7ª Arrancada Catarinense de Tratores.

Rica em nutrientes, como a vitamina C, B1, B2, B3 e minerais, como ferro, cálcio e fósforo, a pitaya é um alimento completo que deveria estar mais presente na alimentação das pessoas. Ela possui uma quantidade surpreendente de vitamina C em sua composição, o que ajuda e muito o sistema imunológico. Estão presentes também algumas vitaminas do complexo B, que colaboram para um melhor fluxo sanguíneo e podem trazer benefícios, como o de manter baixos os níveis de colesterol no sangue.

Foto: Reprodução

Fonte/Créditos: Correio do Sul